Cuidar das despesas pessoais é uma dos grandes desafios de quem cuida da casa, tem família ou está começando uma. Recebemos diariamente mensagens nas nossas redes sociais de pessoas que, alguns dias depois do salário cair na conta, já estão no vermelho. Então, se você se identifica com essa situação, veja as 3 dicas que separamos para você!

Tenha anotado os gastos fixos

Você tem gastos que normalmente não mudam nas suas despesas pessoais, a não ser por um reajuste anual de taxas ou ajustes mensais. O principal erro das pessoas é não se programar para cobrir o essencial. O atraso ou não pagamento dessas contas podem acarretar juros e até nome sujo. São eles:

  • Contas de consumo – conta de luz, água, gás, pacotes de internet, telefone e TV;
  • Aluguel ou parcela da casa;
  • Parcela do carro;
  • Escola e transporte escolar das crianças;
  • Gastos com o carro ou transporte público (caso a empresa não forneça);
  • Um valor médio para a compra do mês;
  • Parcelas da faculdade (caso estude um curso superior);

Quando você tem isso anotado e atualizado, a chance de ficar em dia com as contas é maior. Os gastos além desses listados (cartão de crédito, Uber, jantar fora ou compras casuais) não são geralmente recorrentes.

Dividir as despesas pessoais em duas etapas te fará enxergar as prioridades.

Evite o cheque especial

Esse pode ser o vilão das suas despesas pessoais, e você nem sabe! Quem tem o cheque especial (ou LIS) habilitado na conta corrente sabe que ele pode ser usado e às vezes nem percebemos. Quando um boleto é debitado, pode ser que ela use parte do cheque especial e, sem você perceber, isso vai gerar juros altíssimos.

Caso suas despesas pessoais dependam sempre do cheque especial, se programe para quitar e desabilitar essa opção da sua conta. O seu salário deve cobrir o essencial, que são os gastos fixos. Para isso, deixe sempre um valor a mais para evitar cobranças no cheque especial.

Dica de ouro

Em caso do seu salário não cobrir todas as despesas fixas, tente alguns cortes nas contas. Revisar planos de internet, buscar opções de transporte mais baratas e fazer compras em supermercados maiores podem ser opções para reduzir gastos.

Pesquise sempre!

Antes de qualquer compromisso de pagamento novo, seja fixo ou casual, veja se há opções mais baratas. Seja em planos de internet, taxas do banco ou até um produto novo para sua casa, pesquise o melhor lugar, momento e condições de compra.

Use sites como Buscapé ou Bondfaro para comparar preços e saber a variação nos últimos dias. O EasyCrédito te ajuda a encontrar o melhor tipo de crédito! Caso você precise de um dinheiro a mais esse mês e queira contratar um empréstimo, conte com o EasyCrédito. Nós fazemos uma varredura em todas as financeiras e encontramos o melhor empréstimo para você! Clique no botão abaixo e simula já!

Categorias: Organizar as contas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *